TEOLOGIA EM FOCO

sexta-feira, 8 de maio de 2009

FOGO CONSUMIDOR

Hb 12.29 “Porque o nosso Deus é um fogo consumidor”.

O fogo representa na Bíblia diversas realidades espirituais diferentes, dentre as quais eu destaco a purificação. O que passa pelo fogo sai purificado, ou não sai. A grande prova está na palha e no ouro; o ouro derrete ao passar pelo fogo, e sai todas suas impurezas, mas continua sendo ouro e com mais brilho; a palha vira cinza e fumaça.

Da mesma forma o nosso Deus é um fogo, ou seja, Ele nos prova para nos purificar, testando se sairemos da provação da mesma forma que entramos ou se viraremos pó. E mais do que, é um fogo mais intenso que se possa conhecer.

A Bíblia diz que Deus é um fogo consumidor, no sentido de permitir o cristão passar pela prova de fogo, prova de tribulação para o nosso aperfeiçoamento. Fogo consumidor denota a ação permissiva de Deus permitindo que o crente passe por aflições, tribulações e provas, para moldar-nos, provar-nos e purificar-nos. No livro Zacarias 13.9 diz o Senhor Deus: “E farei passar esta terceira parte pelo fogo, e purificarei, como se purifica a prata, e a provarei como se prova o ouro; e ela invocará o meu nome, e Eu a ouvirei, e direi: é o meu povo, e ele dirá: O Senhor é meu Deus “Vê, Eu te purifiquei, mas não como a prata; provei-te na fornalha da aflição” (Is 48.10).

Deus é amor e quer ver todos os Seus filhos sejam perfeitos, puros e aprovados. É por isso que passamos pelo fogo.

Ao servirmos ao um Deus assim nos obrigamos a ter uma atitude e um caráter que possam ser provados pelo fogo a qualquer momento e em qualquer lugar. A responsabilidade aumenta, e com ela os benefícios também. Nem quero pensar no que seja Deus provando nossos atos e sentimentos naquilo que nós costumamos chamar de “momentos ruins”. Na carta aos Hebreus 10.11 diz: “E, na verdade, toda correção, no presente momento, não parece ser motivo de gozo, senão de tristeza, mas, contudo, depois produz um fruto pacífico de justiça nos que por ela têm sido exercitados”.

Mas se por um lado pesa o rigor de um fogo provador, por outro temos o privilégio indescritível do relacionamento, pois nada gera mais intimidade com Deus do que seguir os seus padrões. E ser íntimo dEle é algo que traz uma sensação indescritível de paz, serenidade e segurança.

Nosso desafio é aprender a vencer o medo de ser santo como Deus nos quer para viver uma vida 100% dentro do padrão que Ele nos coloca. “Porque aqueles, na verdade, por um pouco de tempo, nos corrigiam como bem lhes parecia; mas este, para nosso proveito, para sermos participantes da sua santidade” (Hb 12.10).

O fogo de Deus permite participar de Sua santidade, e também veremos que somos participantes das bênçãos espirituais. Viver debaixo da graça já é bom, mas com intimidade como Dono da graça é muito melhor.

Pr. Elias Ribas

5 comentários:

  1. muito bom a visão q Deus lhe consedeu sobre este tema tão importante para as nossas vidas
    que Deus em Crito Jesus te abençe que a paz esteja
    com tigo!!!

    ResponderExcluir
  2. creio que deus me provou e me porificou,pois aops a provação disse: O senhor e meu Deus

    ResponderExcluir
  3. Deus me revelou malaquias 13.9, é vim aqui nesse estudo entender tudo q ele queria me dizer.Ele esta me purificando, mas no final em nome de Jesus direi o senhor é meu Deus!!!

    ResponderExcluir
  4. Q possamos buscar a santidade com nosso Senhor a cada dia...
    Não existe nem um só justo sequer,somos todos pecadores,mas quando o crente dobra os seus joelhos na presença do Senhor ele ouve nossa oração e se prontifica para nos dar vitória...
    Buscarei e me achareis quando me buscares de todo o vosso coração....
    Fique na paz do Senhor Jesus.....

    ResponderExcluir
  5. Deus sendo nosso pai não resiste quando choramos aos seus pés, proque é na prova que reconhecemos que somos totalmente dependente de Deus. Que Deus te abençoe e continue a te usar com ministrações tão poderosas.
    Graça e Paz!!!!

    ResponderExcluir