TEOLOGIA EM FOCO

sexta-feira, 8 de março de 2013

AO TESTEMUNHAS DE JEOVÁ NEGAM A DIVINDADE DE JESUS


Os TJs acreditam que Jesus de Nazaré pregado pelos evangélicos já não existe mais e que durante seu ministério terreno, não passava de um homem perfeito enviado por Jeová. Negando, porém, a sua divindade e ressurreição, corporal, compara-o a Satanás, afirmando que Ele é o mesmo Abadom de Apocalipse 9.11. De forma absurda, ensinam que só depois do seu batismo no Jordão, é que Jesus tornou-se Cristo.

As TJs gostam de intitular-se testemunhas cristãs de Jeová. Mas quem diria que, nessa pretensão, se colocariam em favor de Jeová e contra Cristo?

Ora, isso é o cúmulo da contradição. Sua luta anticristã constitui uma verdadeira tragédia, semelhante à de Saulo de Tarso, quando este lutava contra Jesus e os cristãos.

Saulo, como testemunho de Jeová, pensava que servia a Deus, por isso exaltava a Jeová e atacava a Jesus. Saulo considerava Jesus como simples criatura humana, e como os cristão criam e pregavam diferente de Saulo, ele os perseguia (At 26.9-16). As TJs procedem como os fariseus daquela época, que não admitem que Jesus era Deus o Deus verdadeiro (Jo 5.18; 8.58-59; 10.30-33). Não aceitavam o fato de Jesus reclamar para si honra igual à que era prestada ao Deus Pai (Jo 5.23).

Quando será que as TJs, deixaram de perseguir a Jesus com suas publicações?

Frequentemente, quando falamos com as testemunhas-de-jeová, elas se referem a Jesus Cristo como a primeira testemunha-de-jeová. Pretendendo com isso, rebaixar a pessoa de Jesus, como se Ele estivesse no mesmo patamar que os adeptos desta seita. Mas, assim como Jesus é chamado de testemunha de Jeová, em Apocalipse 3.14, Jeová é chamado de testemunha de Jesus, e isso em Jeremias 42.5, quando Jeová é chamado de “testemunha da verdade e fidelidade”.

Por várias vezes Jeová deu testemunha de Jesus (Jo 5.31-32 Jo 12.28-32; 1ª Jo 5.9-10; Mt 3.16-17; 17.5;). Se Jesus é testemunha de Jeová e Jeová testemunha de Jesus, qual a diferença entre o testemunha de um do outro? Os dois não são iguais.

Com relação ao texto de Romanos 10.9, a TNM, na nota de rodapé da página 1307, apresenta a seguinte observação:

“No grego Kyrios; hebraico: há’adhón, o Senhor”.

Na página 1508, em seu apêndice, a TNM informa o sentido dessa expressão:

“O uso do artigo definido antes do título A-dhóhn limita a aplicação deste titulo exclusivamente a Jeová Deus”.

Para quem entende um pouco aqui de exegese, Romanos 10.9 se refere a Jesus aqui neste Texto.

As TJs ainda corroboram com o nosso ponto de vista ao afirmarem: “Nas Escrituras hebraica há versículos sobre Jeová citandos no Novo Testamento num contexto que fala sobre o Filho (Is 40.3; Mt 3.3; Jo 1.23; Jl 2.32; Rm 10.13; Sl 45.6-7; Hb 1.8-9) [A Sentinela, p. 12, 1/11/1978].

Todavia, os títulos e atributos apresentados aqui demonstram que Deus Jeová são nomes polissêmicos. Para conhecermos o texto, é necessário analisar com cuidado a quem se refere: ao Pai, ao Filho ou ao Espírito Santo, uma vez que as três pessoas são chamadas de Deus Jeová. Por causa destes atributos e títulos atribuídos igualmente ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, é que os unicistas ou unitarianos defendem sua doutrina. Por isso, tomamos o cuidado de apresentar esta doutrina dentro da hermenêutica bíblica.

Os TJs têm deturpado o evangelho, seguindo suas idéias e revelações de espíritos enganadores, dilubriando assim a fé de milhares de pessoas e arrastando consigo para o inferno. Se negares a Cristo como Divino é desistir da vida eterna; “Aquele crê no Filho tem a vida eterna, mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece” (Jo 3.36).

1. Jesus e Miguel são pessoas distintas.

Os russelitas afirmam que Jesus Cristo é um ser criado; que antes dele vir ao mundo era o arcanjo Miguel. Eles chamam Jesus “o filho principal de Deus”, e ensinam abertamente que Ele não é Deus como Jeová.

Jesus é Deus (Jo 1.1). Miguel é anjo (Jd 9), na hierarquia de arcanjo.

Jesus é Criador (Jo 1.3). Miguel é criatura espiritual, criado pelo próprio Jesus (Cl 1.16017).

Jesus é o Rei dos reis (Ap 17.14; 19.16). Miguel é um dos primeiros príncipes, havendo outros como ele (Dn 10.13).

Jesus é adorado pelos próprios anjos: “E, novamente, ao introduzir o Primogênito no mundo, diz: E todos os anjos de Deus o adorem” (Hb 1.6 outra ref. Mt 4.11). Miguel não pode ser adorado (Ap 22.8-9).

2. Algumas perguntas sobre Jesus:

a. A negação da divindade de Jesus é a principal causa que exclui as Testemunhas de Jeová do meio evangélico. Ora se Jesus não fosse Deus também não teríamos redenção eterna, nem vitória total contra o mal, nem evangelho nenhum para pregar aos perdidos. Também a Bíblia seria um conjunto de mentiras.

b. Jesus nunca foi criado. Ele é Deus desde toda eternidade (Is 9.6; Mq 5.2; Pv 8.22,23). Seu corpo humano é que foi gerado (Sl 2.7; Hb 1.5,8; Mt 1.20).

c. Se Miguel fosse Jesus, ele teria repreendido o Diabo; coisa que não fez (Jd v.9). Mas Jesus fez isso (Mt 4.10,11; 16.23; Cl 2.15).

d. Os russelitas deviam examinar a parte que lhes toca quando negam a divindade de Jesus (1ª Jo 2.22,23; Jo 5.22-24).

e. Mais sobre a divindade de Jesus. (Jo 1.1-3; 10.30; 20.28; Rm 9.5; Tt 2.13; Hb 13.8; Is 9.5; Cl 2.9).

Esta última referência só seria suficiente para refutar todo falso ensino em pauta. Aqui a Bíblia diz que “nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade”. Ele é Deus, sem faltar nada!

1 Jesus recebeu adoração como sendo Deus (Mt 8.2; 9.18; 14.33; 15.25; 27; 8.9; Mc 10.17; Jo 9.38; Lc 24.52; ver Ap 22.8,9).

2 Negam a ressurreição corporal de Jesus. Eles dizem que Jesus ressuscitou em espírito, e daí, não ter corpo; é um espírito. “O Cristo que ressurgiu não foi o mesmo Cristo humano; era um espírito invisível”, diz o livro O Reino de Deus Está Próximo. (Ver Lc 24.39-43; Jo 20.25-27; At 1.3,4; 1ª Tm 2.5; Ap 1.3; 1ª Co 15.47). Estas três últimas referências mostram que Jesus está agora no céu como homem divino, isto é, como andou aqui na terra após ressuscitar.

3 Negam a vinda corporal de Jesus e afirmam que Ele já veio. “Todas as evidências mostram que Jesus assumiu o poder do reino e começou a reinar no céu em 1914”, afirmam eles.

Porém aos Seus discípulos ele disse: “Daquele dia e hora ninguém sabe, disse Jesus” (Mc 13.32).

Jesus voltará nas mesmas condições em que ascendeu; corporalmente, visivelmente, sobre o monte das Oliveiras, à vista de todos (At 1.11). Quando Ele vier todos saberão, porque todos O verão (Ap 1.7).

Mt 24.30 O aparecimento de Jesus será precedido do seu sinal. Ambos serão vistos por todos. Atualmente um evento pode ser visto em todo mundo através dos satélites de comunicação. É evidente que Deus tem meios desconhecidos, mais capazes e eficientes do que o homem.

3. A ressurreição de Jesus.

As TJs crêem que Jesus não ressuscitou corporalmente:”Então que aconteceu ao corpo de Jesus? Não encontraram os discípulos o seu túmulo vazio? Sim, porque Deus removeu o corpo de Jesus […] Mas, visto que foi possível o apóstolo Tomé pôr sua mão no ofício no lado de Jesus, não mostra isso que Jesus foi ressuscitado no mesmo corpo que foi pregado ma estaca? Não, pois Jesus simplesmente se materializou, ou assumiu um corpo carnal […] A fim de convencer Tomé quanto a quem Ele era, Ele usou um corpo com marcas de ferimento” [Poderá viver para sempre no paraíso na Terra, p. 144].

Refutação.

• Jesus afirmou que ressuscitaria corporalmente (Mt 12.40; Jo 2.19-22).
• O corpo de Jesus não foi encontrado no túmulo (Lc 24.1-6).
• Jesus afirmou aos discípulos que não era um espírito, mas que tinha corpo com carne e osso (Lc 24.36-43).
• Jesus disse a Tomé para que tocasse nele. Será que Tomé estava sendo enganado por Jesus? (Jo 20.27).
• Estevão viu Jesus como o Filho do Homem em pé (At 7.55-56). Jesus, como mediador entre Deus e os homens, ratem seu corpo de homem (1ª Tm 2.5).
• Em Jesus habitava corporalmente toda a plenitude da divindade (Cl 2.9).

Os Testemunhas de Jeová se dizem cristão, mas negam a doutrina fundamental do cristianismo que é a ressurreição corpórea de Jesus Cristo. Para combatermos está seita basta analisarmos o que Paulo prescreve: “Se Cristo não ressuscitou, é vã a nossa fé” (1ª Co 15.14).

JESUS NÃO MORREU NUMA CRUZ

Alegam que Jesus morreu na estaca. Como explicar então Tomé ter dito: “O sinal dos cravos em suas mãos” e não do cravo, (Jo. 20. 25)? Isso se aplicaria apenas a cruz, já que se usaria um cravo em cada mão e no caso da estaca um cravo para as duas mãos.

“Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem, mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus”. (1ª Co. 1.18)

Pr. Elias Ribas

FONTE DE PESQUISA

1. ANTÔNIO GILBERTO, lições bíblicas, 4º trimestre, 1992, CPAD, Rio de Janeiro, RJ.
2. ANTÔNIO GILBERTO, lições bíblicas, 1º trimestre, 1997, CPAD, Rio de janeiro, RJ.
3. BÍBLIA EXPLICADA, S.E.McNair, 4ª Edição, CPAD, Rio de Janeiro RJ.
4. BÍBLIA PENTECOSTAL, Traduzida por João Ferreira de Almeida. Revista e Corrigida, Edição 1995, CPAD, Rio de Janeiro RJ.
5. BÍBLIA SHEDD, Traduzida por João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil – 2ª Edição, Sociedade Bíblica do Brasil, Barueri, SP.
6. BÍBLIA DE ESTUDO PLENITUDE, Traduzida por João Ferreira de Almeida. Revista e Corrigida, 1995, Sociedade Bíblica do Brasil, Barueri, SP.
7. CLAUDIONOR CORRÊA DE ANDRADE, Dicionário Teológico, p. 286, 8ª Edição, Ed. CPAD, Rio de janeiro, RJ.
8. CLAUDIONOR CORRÊA DE ANDRADE, Lições Bíblicas, 2ª trimestre de 2008, Ed. CPAD, Rio de janeiro, RJ.
9. CLOVIS SANTOS, o Lado culto das Testemunhas de Jeová, http://blog-palavradevida.blogspot.com/2009/01/o-lado-oculto-das-testemunhas-de-jeova.html acesso dia 03/04/2009.
10. DELVACYR BASTOS, seitas e heresias, Escola Teológica Filadélfia, Cascavel PR - Email- prdelvacyr@hotmail.com.
11. DONG YU LAN, a graça vem com Cristo, 1ª edição janeiro de 1998, editora vida, São Paulo SP, e-mail: editora@eavida.com.br
12. ELIENAL CABRAL, lições bíblicas, 1º trimestre 2007, Ed. CPAD, Rio de Janeiro RJ.
13. ELINALDO RENOVATO DE LIMA, lições bíblicas, 3º trimestre 2004, Ed. CPAD, Rio de Janeiro RJ.
14. ELINALDO RENOVATO DE LIMA, lições bíblicas, 4º trimestre 1991, Ed. CPAD, Rio de Janeiro RJ.
15. ELIEZER LIRA, lições bíblicas, 1º trimestre de 2006, CPAD, Rio de Janeiro RJ.
16. EZEQUIAS SOARES SILVA, lições bíblicas, 2º trimestre de 1997, CPAD, Rio de Janeiro RJ.
17. EZEQUIAS SOARES, lições bíblicas, 2ª trimestre de 2006, CPAD, Rio de Janeiro RJ.
18. ICP, INSTITUTO CRISTÃ DE PESQUISA, Série Apologética, Volomes I - VI, Site, www.icp.com.br
19. JOSÉ ELIAS CROCE, Lições bíblicas, 1º trimestre 2000, Ed. Betel.
20. JOHN LANDERS, Religiões mundiais, Juerp, Rio de Janeiro, 3ª Edição, 1994.
21. JOHN STOTT, Romanos, 1ª Edição, 2000, Ed. ABU, SC.
22. JÜRGEN BECKER, Apóstolo Paulo, Edição 2007, Editora Academia Cristã.
23. JOSÉ PIO DA PAZ, O que é o Adventismo, 2ª Edição 1984, CPAD, Rio de Janeiro, RJ.
24. NOTICIAS CRISTÃS, Líder De Seita Que Prega Poligamia Pode Pegar Prisão Perpétua, http://www.noticiascristas.com/search/label/Seitas - acesso dia 19/05/2009.
25. NOTICIAS CRISTÃS Mulher morre durante parto por recusar transfusão, Postado segunda feira 5 de Novembro de 2007, http://www.noticiascristas.com/search/label/Seitas acesso dia 21/05/2009.
26. PEDRO SEVERINO DA SILVA, O homem: corpo, alma e espírito, CPAD, Rio de Janeiro, RJ.
27. RAIMUNDO OLIVEIRA, Heresiologia – 2ª Edição – EETAD, São Paulo SP.
28. RAIMUNDO OLIVEIRA, Lições Bíblicas, 1º Trimestre de 1986, Ed. CPAD, Rio de Janeiro, RJ.
29. RELIGIÕES MUNDIAIS, Seminário Teológico AMID, Cascavel, PR - e-mail: se.amid@hotmail.com
30. ROBERT BOWMAN, tradução, Elvis Brassaroto Aleixo, As Testemunhas-de-Jeová.
31. SEITAS E HERESIAS, Escola de educação teológica Elohim, São Paulo, SP.
32. SEITAS E HERESIAS, SEAMID, Cascavel – PR, se.amid@hotmail.com
33. SMEETON, DONAL D., História da Igreja, Ed. Global University, 1ª Edição no Brasil 2003. FAETAD, Campinas SP.
34. VERA LÚCIA LAUER, Conhecendo as Testemunhas de Jeová, 2ª Edição Agosto de 1996, A.D. Santos editora LMTA, Curitiba PR.