TEOLOGIA EM FOCO

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

AS ARMAS CONTRA SATANÁS


Ef 6.12: “Pois não temos de lutar contra a carne e o sangue, e, sim contra os principados, contra as potestades, contra os poderes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais da maldade nas regiões celestiais”.

Introdução: O cristão está num conflito espiritual, ou seja, numa guerra espiritual contra as hostes espirituais da maldade e, neste estudo veremos quais são as armas de nossa milícia.

I. O nome de Jesus
Mc 16.17-18: “E estes sinais hão de seguir os que crerem: Em meu nome expulsarão demônios, falarão novas línguas; 18 Pegarão em serpentes; e quando beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará mal algum; imporão as mãos sobre os enfermos, e os curarão”. At 3:6-8: “Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho te dou. Em nome de Jesus Cristo, o nazareno, levanta-te e anda. 7 Tomando-o pela mão direita, o levantou, e logo seus pés e artelhos se firmaram. 8 Saltando ele, pôs-se em pé e começou a andar. Então entrou com eles no templo andando e saltando, e louvando a Deus”.
At 3.16-18: “Pela fé no nome de Jesus, este homem a quem vedes e conheceis foi fortalecido. Foi a fé que vem pelo nome de Jesus que deu a este, na presença de todos vós, esta perfeita saúde. 18 E isto fez ela por muitos dias. Mas Paulo, perturbado, voltou-se, e disse ao espírito: Em nome de Jesus Cristo, ordeno-te que saias dela. E na mesma hora saiu”.

II. Oração
Mt 26.41: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação. Na verdade o espírito está pronto, mas a carne é fraca”. 1ª Ts 5.17: “Orai sem cessar”.
Ef 6.18: “E orai em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito”.
2ª Cr 7.14: “Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar e buscar a minha face, e se converter dos maus caminhos, então Eu ouvirei dos céus, e perdoarei o seu pecados, e sararei a sua terra”. Jr 29.13: “Buscar-me-eis, e me a achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração”.
1. Oração da fé: Tg 5.14-15: “Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com óleo do Senhor. E a oração da fé salvará o doente; o Senhor o levantará”. 1ª Rs 18.36-38: A Bíblia diz que o profeta Elias orou ao Senhor Deus, e Ele mandou fogo do céu e consumiu o holocausto, e a lenha, e as pedras, e o pó, e ainda consumiu a água que estava no córrego.

IV. Louvor
Louvo é o mesmo que elogiar; dirigir louvores; gabar; exaltar; enaltecer; bendizer; glorificar.

1. Todos devem louvar: Sl 67.3: “Louvem-te ó Deus, os povos; louvem-te os povos todos”.

2. Com Cânticos: Sl 9.11: “Cantai louvores ao Senhor, que habita em Sião; anunciai entre os povos os seus efeitos”. Sl 147.1: “Louvai ao Senhor, porque é bom cantar louvores ao nosso Deus; isto é agradável; decoroso é o louvor”. Sl 22.25-26: “De Ti vem o tema do meu louvor na grande congregação; pagarei os meus votos perante os que o temem. 26 Os pobres comerão e se fartarão; louvarão ao Senhor os que o buscam. Viva para sempre o vosso coração”.

3. Com instrumentos musicais: Sl 33.2: “Louvai ao senhor com a harpa; cantai a ele com saltério de dez cordas”. Sl 150.3-6: “Louvai-o com o som de trombeta; louvai-o com saltério e a harpa. 4 Louvai-o com adufes e a flauta, louvai-o com instrumentos de cordas e órgãos 5 Louvai-o com címbalos sonoros altissonantes. 6 Tudo o que tem fôlego louve ao Senhor. Louvai ao Senhor”.

4. Sempre: Hb 13.15: “Portanto, oferecemos sempre por meio d’Ele a Deus sacrifícios de louvor que é o fruto de lábios que confessam o seu nome”.

5. Arma poderosa: 2ª Cr 20.22: “Quando começaram a cantar e dar louvores ao Senhor, o Senhor pôs emboscadas contra os homens de Amom, de Moabe, e do monte Seir, que tinham vindo contra Judá, e foram desbaratados”.

V. A Palavra de Deus
Ef 6:17: “Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus”.
Como o próprio versículo diz, precisamos tomar a Palavra de Deus que é a nossa espada. A espada é a arma de ataque contra o inimigo de Deus. Arma maior não há! Através dela, vencemos todas as tentações que o maligno coloca diante de nós. A Palavra de Deus é o que nos alimenta, nos fortalece e nos encoraja a prosseguir. Alimente-se dela, todos os dia!

VI. Os dons do Espírito
1ª Co 12.28: “A uns pôs Deus na Igreja, primeiramente apóstolos, em segundo lugar profetas, em terceiro lugar mestre, depois operadores de milagres, depois dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas”.
1ª Co 12.4-11: “Há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo. 5 E há diversidades de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. 6 E há diversidades de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos. 7 A manifestação do Espírito é dada a cada um para o que for útil. 8 A um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; a outro pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência. 9 A outro, pelo mesmo Espírito, fé, a outro, pelo mesmo Espírito, dons de curar. 10 a outro, a operação de milagres; a outro, profecia; a outro, variedade de línguas, e a outro, interpretação de línguas. 11 Mas um só é o mesmo Espírito realiza todas essas coisas, distribuindo-as, como lhe apraz, a cada um individualmente”.

1ª Co 14.2: “Pois quem fala em outras línguas não fala a homens, senão a Deus, visto que ninguém o entende, e em espírito fala mistérios”.

Pr. Elias Ribas